Pilates para a Maturidade em Equilíbrio

Publicada em 12/04/2011


Muito tem se falado sobre envelhecimento nos dias de hoje. Sabemos que a população mundial está ficando cada vez mais velha.  Além de viver mais, as pessoas estão buscando formas de envelhecer com mais saúde.

Mas o que é necessário para chegar à velhice de forma saudável e plena?

Muitos fatores interferem neste processo, desde a genética até os hábitos de vida. Sabemos que a tríade alimentação saudável, atividade física e controle do estresse é mais determinante neste processo do que a genética em si.

Por isso quando me refiro à maturidade em equilíbrio, penso que temos que olhar o indivíduo nestes 3 fatores, sem dar mais importância a um ou a outro.

Quando pensamos em exercício físico para a população que busca qualidade de movimento, saúde e plenitude, impossível não pensar no método Pilates.

O Método Pilates é um método de condicionamento físico e mental. Sendo assim, podemos esperar exercícios que trabalham o corpo todo, de forma global, e que tragam o praticante para o momento presente, focando na respiração, no controle e na centralização- princípios fundamentais do método.

Durante o processo de envelhecimento, existem muitas perdas funcionais, cognitivas e orgânicas. Através do Pilates conseguimos trabalhar em todos os níveis de necessidades que esta população apresenta.

Há 11 anos tenho o privilégio de estar na vida das pessoas que buscam esta qualidade de vida praticando o método Pilates. Através do Programa de Extensão da Universidade de Caxias do sul (UCS), chamado UCS Sênior, acontecem duas vezes por semana aulas de Pilates Solo, para pessoas acima de 50 anos. Iniciamos com duas turmas apenas e agora já somos seis, com uma média de 15 alunos cada turma.

O Método Clássico é aplicado durante as aulas, com as devidas adaptações e modificações que cada aluno necessita. O aluno entende o que é o Método, sua filosofia, seus princípios e o quanto pode se beneficiar física e mentalmente com a prática. O próprio Joseph intitulou seu Método de Contrologia, total controle de corpo, mente e espírito, e assumiu essa filosofia para sua vida. Podemos comprovar o quanto ele seguia os conceitos em que acreditava pela sua excelente forma física, mantida até o final de sua vida. 

Essa filosofia é passada aos alunos, para que também entendam e assumam esse estilo de vida que é o Método Pilates. Como ele mesmo cita em seu livro O Retorno à vida pela Contrologia : “ Nossa interpretação de boa forma física é a obtenção e a manutenção de um corpo desenvolvido uniformemente com uma mente sadia, totalmente capaz de realizar natural, fácil e satisfatoriamente nossas numerosas e variadas tarefas diárias, com espontaneidade e prazer.”

Existe melhor receita para adquirir qualidade de vida? Na minha opinião,  não. O que eu percebo estando ao lado destas pessoas, e as acompanhando é que este método consegue atingir este fim com muito sucesso. Além disso, existe o fator da socialização, da inserção em um grupo e da motivação em participar de algo para seu bem estar próprio. 

Muitas pessoas, à medida que envelhecem, entram em um perigoso mundo de isolamento e solidão, e correm o risco de desenvolver depressões graves. Estatisticamente este problema acomete muito as pessoas idosas. Por isso, o fato de se sentirem pertencentes a um grupo semelhante, onde se identificam não somente em idade, mas também em história de vida e jornada, faz com que a saúde mental seja preservada. 

Foi realizada uma pequena pesquisa com a finalidade de saber se a real filosofia do método estava sendo compreendida pelos alunos, e quais as percepções deles tanto física quanto emocionalmente. 

Foram entrevistados um total de 66 alunos, sendo 2 homens e 64 mulheres. As idades variaram entre 50 e 77 anos. 

  • 50 a 60 anos: 34%
  • 60 a 70 anos: 57%
  • Mais de 70 anos : 9% 

Foi solicitado que completassem algumas frases: 

1-Pilates para mim é...

  • Exercício bom para corpo e mente.  (62 anos)
  • Atividade que fortalece a musculatura e aumenta a concentração, além de trazer bons relacionamentos pessoais. (60 anos)
  • Manter o equilíbrio e a vitalidade corporal e mental. (77 anos)
  • Movimento consciente. (62 anos)
  • Alongamento, relaxamento e postura. (68 anos)
  • Motivação apara seguir. (63 anos)
  • Liberar o corpo. (60 anos)
  • Qualidade de vida. (65 anos)
  • Uma prática de exercícios que satisfaz meu corpo e mente. (61 anos)
  • Exercício físico e mental que trabalha todas as partes do corpo e postura. (55 anos)
  • Movimento saudável, fluidez, harmonia interior e física. (58 anos)

Escolhi apenas algumas respostas, as que resumiam o que a maioria escreveu. Me surpreendi positivamente com a precisão das respostas, no sentido de captar exatamente o que é o Método, qual seu verdadeiro objetivo. Cada um, com suas palavras e sua forma de entendimento, conseguiu sentir a real essência deste trabalho.

2-A prática regular do Pilates fez com que meu corpo ficasse mais...

  • Flexível, suave, resistente, equilibrado, desperto, em sintonia, 
  • Ágil para as atividades de vida diária, com mais facilidade para se movimentar...

Essas respostas se repetiram com muita freqüência. Bom lembrar que enquanto realizavam a pesquisa, não tinham contato com as respostas dos colegas, o que comprova que cada um disse realmente o que sentia, sem se deixar influenciar por nada.

3-Pilates me tornou uma pessoa ...

Flexível, ágil, mais feliz, resistente, disposta, com menos dores, dinâmica, com mais auto-estima, ativa, mais concentrada, saudável, forte, com mais consciência corporal, centrada...

4-Vou guardar deste grupo...

Amizade, parceria, trocas, coleguismo, união, convivência, o sentimento de fazer parte de um grupo.

Percebe-se por essas respostas, a importância do grupo, os laços fortes que se formam com esta convivência e a sensação de pertencimento.

 

Sem duvida, trabalhar com esta faixa etária nos proporciona um sentimento de pura gratidão. Gratidão por ter nosso trabalho reconhecido, gratidão por saber que nunca é tarde para adotar um estilo de vida saudável, gratidão pelo Mestre Joseph Pilates, que a muito tempo atrás já previa que seu método seria benéfico a todos que o adotassem.